A importância do SDAI para segurança da empresa contra incêndios

Para se precaver em uma situação de emergência, resguardar o patrimônio e prezar pela vida de seus colaboradores, muitas empresas têm investido em tecnologias, como o SDAI (Sistema de Detecção e Alarme de Incêndios). Como o próprio nome sugere é um sistema que, entre outras coisas, detecta uma ameaça de incêndio em situação inicial.

Neste post, você entenderá todos os detalhes dessa tecnologia. Confira!

O que é e como funciona o SDAI

O sistema conta com diversos tipos de alarmes e recursos que juntos propiciam a segurança necessária em caso de incêndio. Entre as ferramentas mais utilizadas podemos citar:

·         detectores de fumaça;

·         sprinklers;

·         alarmes de evacuação;

·         sinalizadores de escada;

·         hidrantes;

·         extintores.

Além disso, todo SDAI deve ser alimentado por duas fontes de energia, a eletricidade do próprio local e uma fonte reserva, como um gerador.

A importância das centrais de alarme

As centrais de alarme são a ponte entre os detectores de incêndio e os sinalizadores. Caso haja alguma situação de emergência é por meio delas que todo o sistema é ativado, além disso, também detectam possíveis problemas na parte elétrica, como curtos circuitos ou rompimento de cabos.

Existem dois tipos de centrais, as endereçadas e as convencionais. O primeiro modelo é capaz de identificar o local exato de um incêndio por se comunicar individualmente com cada elemento.

As centrais convencionais possuem um sistema de funcionamento mais simples. Elas detectam zonas de incêndio e não o local exato como a versão inteligente. São mais indicadas para ambientes pequenos e com poucos compartimentos.

Por identificarem apenas a proximidade em que um incêndio ocorre, dependem bastante do funcionamento dos detectores, que são instrumentos de medição e, portanto, devem ser instalados por empresas especializadas e regulamentadas pela lei. O mau funcionamento de um detector pode atrapalhar gravemente o monitoramento de uma central convencional.

A relação entre o SDAI e o seguro contra incêndio

Além de todo o benefício relacionado à segurança, um SDAI auxilia também na contratação de um seguro incêndio. Por conta da capacidade de prevenção, as seguradoras acabam reduzindo o valor da apólice e, em casos mais extremos, muitas sequer aceitam ofertar o seguro para empresas que não possuem um sistema de segurança.

Ainda, muitas seguradoras exigem que algumas normas técnicas sejam seguidas, por exemplo, possuir certificações da Underwriters Laboratories, um laboratório americano referência em testes e validação de sistemas de segurança.

Como implementar um sistema contra incêndio

Primeiramente, no caso dos SDAIs que trabalham com centrais inteligentes, é preciso que se tenha um conhecimento técnico elevado, já que há conceitos de eletrônica envolvidos. Por isso, o mais indicado é procurar por empresas especializadas em infraestrutura tecnológica e implantação de centrais de controle.

Agora que você já entendeu o que é e quais são as principais características de um SDAI, já pode escolher as opções mais adequadas para sua empresa.

E se quer adquirir um sistema qualificado e eficiente, sugerimos que conheça nossos produtos e serviços. Somos uma empresa especialista em TI e contamos sempre com tecnologia de ponta. Não perca tempo e entre contato conosco.